O trabalho temporário de final de ano

A dificuldade de arrumar um emprego permanente e a necessidade de ganhar algum dinheiro leva muita gente a pensar nas oportunidades que o trabalho temporário pode trazer para a sua vida.

Uma pessoa nessa situação tem que ficar atenta para saber onde estão as oportunidades. Uma boa recomendação de alguém conhecido será sempre muito importante para que ela consiga ser contratada. Mas, mais importante que conseguir é vaga é manter essa vaga, caso lhe interesse muito.

Conseguindo a vaga, a pessoa tem que procurar mostrar pelo menos um pouco de boa vontade para trabalhar independente do tamanho da empresa que a contratar senão ela correrá o risco de ser dispensada nos primeiros dias de trabalho.

Imagine por exemplo um jovem que foi contratado para trabalhar em uma pequena loja de bairro, tipo bazar, que pertença a alguma pessoa conhecida ou seja de um parente. Com essa correria de final de ano, se o contratado não souber atender a um cliente, tratando-o de qualquer maneira, ou com cara “emburrada” ou de “pouco caso”, ele poderá reclamar para o proprietário ou um gerente ou superior, poderá deixar de comprar o produto e além disso nunca mais entrar naquele lugar. Quem sofrerá as conseqüências?

Isso pode acontecer também com alguém que tenha sido contratado para trabalhar em uma loja de shopping. Essa pessoa tem que mostrar interesse pelo produto que a empresa vende para o público, e observar as práticas de atendimento aos clientes. Quantas vezes você vê aquelas pessoas que trabalham como atendentes de loja ficarem conversando na porta de entrada da loja ou matando o tempo em conversas com outras pessoas e deixando de atender aos clientes que estão em busca de algum produto. Ou quantas vezes você vê um atendente de loja que demonstra não conhecer um produto que você esteja buscando ou não conhece o material ou preço da mercadoria e ao invés de buscar informação para você, diz simplesmente que não sabe ou ainda pode ser mais irritante perguntando a você porque você tem tanto interesse em saber aquilo. Não é o máximo?

E se o trabalho for num supermercado? As redes de supermercado costumam oferecer muitas vagas de trabalho temporário para o final de ano. Seja em qual for a área que a pessoa for indicada para trabalhar, no estoque, no caixa, ou atendimento, ela terá que mostrar o seu potencial de trabalho. Nada de “corpo mole”, falta ao trabalho, nada de reclamações de nada e de ninguém. Ali é importante ter dedicação.

Agindo bem, a pessoa poderá ser contratada de forma definitiva pela empresa, isso se lhe interessar, claro. E isso tem acontecido com muita freqüência com muita gente. Portanto, é bom pensar nessa possibilidade de trabalhar nos meses de final de ano que se aproxima.